A absurda Corrida da Vacina

por Nilson Lage

Reprodução - internet
A malta bolsonariana denuncia as vacinas comunistas.
A que ponto chegamos ao politizar um assunto desses em uma pandemia deste tamanho! 

A Rússia anuncia o lançamento de uma vacina contra o Covid19 em setembro.
Os chineses desenvolvem duas vacinas: uma será aplicada – talvez em setembro –, inicialmente, no exército. Outra, em teste no Brasil, será fabricada pelo Instituto Butantã, entidade pública paulista, com lançamento previsto para janeiro em escala industrial.
A Universidade de Oxford, associada ao Instituto Oswaldo Cruz, que participou da pesquisa científica, testa no Brasil vacina de tecnologia avançada (baseia-se no reconhecimento como antígeno de molécula associada ao vírus, segundo resenha); será produzida de imediato no Brasil, à espera de confirmação do resultado positivo quanto ao efeito imunizante..
A mídia espera, ansiosa, a vacina do Trump.
O governo americano corre a despejar, agora, bilhões de dólares para ganhar a “guerra das vacinas”.
A malta bolsonariana denuncia as vacinas comunistas.
A que ponto chegamos ao politizar um assunto desses em uma pandemia deste tamanho! 

Publicação Original