57 anos do golpe de 1964: Ditadura nunca mais! Censura e tortura, nunca mais!

Por Daniel Pxeira; Com Charge

57 anos do golpe de 1964: Ditadura nunca mais! Censura e tortura, nunca mais! Por Daniel Pxeira; Com Charge

Compartilhe o conteúdo:

Compartilhe o conteúdo:

Imagem: charge de Daniel Pxeira

[ O criminoso que se presta a exaltar ditadura/tortura é o mesmo que não se comove com as mais de 318MIL vidas perdidas por descaso ou projeto do governo genocida ]

57 anos do golpe de 1964: Ditadura nunca mais! Censura e tortura, nunca mais!

Muitos jovens foram impedidos de saber que a ditadura militar torturava um desafeto político por motivo qualquer. Que a prática de afogamento, de choque elétrico na genitália “pimentinha”, “pau-de-arara”, a “cadeira do dragão” e lesões físicas e psicológicas multiplas, por exemplo, eram metodologia da corporação para forçar falsas confissões. Uma verdadeira fábrica de mentiras forjadas para inviabilizar a liberdade de expressão e a democracia.

Já nos dias atuais, amantes dos quartéis do horror, fazem pouco das mortes por falta de ar e UTIs. Na mesma medida que inviabilizam vacinas vitais, oferecem cloroquina como panacéia e aconselham: ” não ser maricas”!

Negaram a realidade na ditadura. Negam a realidade do governo pandemico. São gêmeos siameses, por puro e simples desprezo à vida e à dignidade humana. É preciso dizer.

Tanto lá em 1964, quanto cá, no terror nacional, essa gente atua de forma degradante, cruel e desumana. São os tipos que tratam as mortes em massa de “mimimi”. Pois, incapazes de um gesto de respeito ou empatia, seguem rindo, sem máscaras, hienas insensíveis aos centenas de milhares de mães, pais, irmãos, irmãs e amig@s que se foram por ausência de socorro, por falta de uma vacina que foi oferecida e…desprezada pelos vivandeiros.

Mortes que poderiam ser tranquilamente evitadas, não para um amante do crime, das sevícias, da censura e do golpe de 1964.

Veja a qualidade dessa gente estúpida que nega a verdade histórica para lucrar e oprimir. Vamos ligando os pontos.

Antigamente os carrascos militares da ditadura escondiam os corpos dos brasileiros e brasileiras assassinados. Hoje, os vassalos da sordidez trabalham para ocultar os números do recorde macabro da covid19 e sabotar a imunização. Semelhanças? Algumas.

Somente com a nossa memória viva, e ativada, vamos conseguir punir os gravíssimos crimes de lesa-humanidade cometidos pelo cruel e tosco regime militar, e, também, pelo cruel regime genocida de Bolsonaro.

É importante saber que esses crimes cometidos são imprescindíveis, nos termos da Convenção Internacional sobre crimes contra humanidade, do qual o nosso Brasil é signatário. Tem que haver punição exemplar para esses traumatizadores nacionais, não nomes de ruas, avenidas e praças ilustrando a farsa.

Nosso repúdio máximo e veemente, hoje e todos os dias de nossas vidas atentas e sedentas de justiça, democracia e liberdade!

Toda solidariedade e compromisso histórico com memória de nossa gente!

Ditadura nunca mais! ( grito )
Fora, Bolsonaro!